quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Mulher é acusada de matar filho deficiente afogado em cisterna



Na manhã deste domingo (04), por volta das 07h, um jovem com necessidades especiais, de 21 anos de idade, morreu afogado dentro de uma cisterna localizada ao lado da casa onde ele morava, no sítio “Canta Galo”, em Massaranduba.
O rapaz, Rodrigo Pereira Brito de Araújo, foi jogado no reservatório pela própria mãe que em seguida se jogou na cisterna.
A filha dela, de 16 anos de idade, conseguiu retirar o irmão já sem vida.
A mulher, Ivonete Pereira da Silva, de 46, foi retirada por um vizinho.
Familiares disseram que ela desde ontem (sábado,03) “só falava em se matar”.
Em fevereiro ela ficou viúva, porém estava vivendo um relacionamento recente que acabou quinze dias atrás.
A partir daí Ivonete  vinha sofrendo de depressão.
Ela foi socorrida pelo SAMU para o Hospital de Trauma, em seguida foi presa pela PM, prestou depoimento na delegacia e vai ser transferida para o Presídio Feminino.
Do Blog de Renato Diniz

0 comentários:

Postar um comentário